Covid-19
Endereço Rua 7 de Setembro, 499 - Centro - Paiçandu - Paraná - Centro
Telefone 44 | 3125-1100
Acessibilidade Cadeira

Secretaria de Educação realiza projeto Sala de Apoio Pedagógico nas Escolas Municipais de Paiçandu

Sexta-feira, 08 de abril de 2016

Última Modificação: 08/04/2016 11:24:41 | Visualizada 871 vezes


Ouvir matéria

Com o objetivo de atender ás dificuldades de aprendizagem de crianças que frequentam o Ensino Fundamental, a Secretaria Municipal de Educação de Paiçandu adotou o projeto Sala de Apoio Pedagógico da Secretaria de Estado da Educação (SEED). Os alunos realizam trabalhos de conteúdos significativos, diversificados, incluindo o conteúdo lúdico.

Em Paiçandu, o programa Sala de Apoio Pedagógico está sendo realizado em todas as escolas municipais, com apoio do Departamento de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação. Os professores da sala de apoio montam atividades diferenciadas para incentivar o aluno com dificuldade e que, nem sempre, têm deficiências, distúrbios ou condutas típicas, mas apresentam um histórico de repetências nas séries iniciais do Ensino Fundamental.

A Equipe Pedagógica das escolas municipais junto ao Departamento de Educação Especial decide quais alunos necessitam de intervenção educativa conforme o seu grau de dificuldade. O trabalho é feito por meio de uma avaliação diagnóstica, preferencialmente com os alunos de 2º ano, que apresentam dificuldades significativas de aprendizagem nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

Segundo a diretora da Escola Municipal Prudente de Morais, Elivani Maria Sarri, muitos são os sinais de que algo não vai bem com um aluno no seu aprender. “Um comportamento ruim dentro de sala, na presença do professor, indica que o aluno não está conseguindo concluir alguma atividade, então ele fica levantando, pedindo pra ir ao banheiro e beber água toda hora. Até que o professor manda para a direção”, confessa.

Há três anos, Sara Marchioti Bruschi é professora da sala de apoio da Escola Prudente de Morais e diz que é muito importante desenvolver esse projeto. “O apoio, muitas vezes é visto como reforço, é difícil para os alunos aceitarem essa condição. É importante pra eles perceberem que precisam se superar. Participam das atividades curriculares e até se expressam melhor”, afirma. Além disso, o trabalho da Sala de Apoio faz parceria também com a Fonoaudióloga.

Na terça-feira (05/04), os alunos do 4°A da Escola Prudente de Morais do contra turno da manhã apresentaram para outra turma a história: “O menino que foi ao vento norte”. O objetivo da professora Sara com essa atividade é fazer com que eles se superem, tanto na vida escolar quanto em sua vida fora da escola. “Eles ensaiam direitinho, se empenham e ficam felizes em cada atividade realizada”. Os alunos gostam de todas as atividades e um dos meninos de nove anos declarou que o apoio está ajudando com suas notas e melhorou o seu desenvolvimento dentro da sala de aula.

De acordo com a Legislação vigente nº 007/2011-SUED/SEED, o atendimento é realizado em contra turno de segunda a sexta-feira, no período de duas horas por dia, dois dias por semana.

Os professores da rede de Ensino Fundamental recebem orientações e cartilhas do Governo do Estado para desenvolver o trabalho na Sala de Apoio Pedagógico. Mas é a criatividade e o interesse que leva o aluno e o professor colocar em prática as atividades e realizar um trabalho bonito e efetivo.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Estagiária de Comunicação Meliane Nabas

 Galeria de Fotos

 Veja Também